O que esperar do live action de Cavaleiros do Zodíaco?

Anime começou a ser exibido no Brasil em 1994, na TV Manchete

Podemos facilmente afirmar que Cavaleiros do Zodíaco foi um dos principais animes responsáveis por popularizar o gênero por aqui. Transmitida inicialmente pela saudosa TV Manchete entre os anos de 94/95, a obra de Masami Kurumada foi uma das maiores febres da época e é, merecidamente, bastante aclamada até hoje, seja pelos seus carismáticos personagens, por seu enredo e mitologia muito bem construídos ou por todas as virtudes que transmite, como a amizade, o amor, a perseverança e principalmente, a luta pela justiça.

Sendo assim, foi anunciada a produção de um filme live action baseado no anime, cujas gravações já foram finalizadas e sua previsão de lançamento está para 2023. Para quem, assim como eu, é um grande admirador da obra, ficar com aquela pulga atrás de orelha é inevitável. Afinal, como fazer uma boa adaptação de Cavaleiros do Zodíaco sem correr o risco de virar um Dragon Ball Evolution 2.0?

O principal: as armaduras? Vão ser em CGI? De metal? De borracha? Pode parecer exagero, mas o fato de as armaduras estarem bem executadas no filme pode ser um dos fatores determinantes para o seu sucesso. É necessário que, ao batermos os nossos olhos nelas pela primeira vez, venha aquela sensação de êxtase e admiração. Será que a produção do longa possui recursos necessários para isso?

Imagem dos bastidores da produção cinematográfica

Em relação aos atores escolhidos, até então eu gostei do que vi. A maioria possui uma similaridade física e até étnica com os personagens do anime e tem bom currículo. Muitos dos personagens de Cavaleiros do Zodíaco tem cabelo colorido, como a Saori, mas isso pode ser adaptado colocando nos atores um molde de cabelo parecido com os do anime, para na hora de assistir a gente olhar e saber identificar quem é quem. Esse inclusive foi um dos inúmeros problemas de Dragon Ball Evolution.

Eu cresci assistindo Cavaleiros do Zodíaco, é para mim um anime único. Recentemente, resolvi o rever desde o primeiro episódio e minha paixão pela obra vem se intensificando cada vez mais. Sinceramente, minhas expectativas para o live action são baixas; mas eu realmente espero que o filme dê muito certo. Que seja um filme que as pessoas comentem, que vão em massa ao cinema assistir quando estiver em cartaz. Que bombe bastante, porque após o The Lost Canvas nós, fãs da obra, não tivemos mais nada de “novo” para desfrutar. Expectativa baixa, torcida para que de certo alta. O trailer sai esse ano? Agora é esperar para ver!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.