Naquele Fim de Semana apresenta roteiro fraco 

Beth é uma personagem sem carisma

Foi lançado na Netflix o filme Naquele Fim de Semana, protagonizado pela maravilhosa Leighton Meester, a eterna Blair Waldorf.

No filme, Beth está curtindo as férias na Croácia, longe do marido e da filha, até que a melhor amiga morre. Ela logo vira suspeita do assassinato e precisa provar sua inocência no país.

Desde o início, o filme não atraí nossa atenção e confesso que me vi dispersa em muitos momentos, em especial nas cenas de investigação, que perdem a chance de fazer a protagonista duvidar de si mesma.

Outra coisa incômoda é a falta de profundidade dos personagens, que parecem todos muito caricatos para serem reais. Seria muito melhor entender o que motivava Kate, saber mais da trama da polícia e também do motorista Zain.

Aliás, muitas pontas soltas são deixadas para que tenhamos dúvidas, mas isso não contribui para a história, já que é óbvio que nada daquilo é verdadeiro.

O final é ruim e a conclusão do crime me decepcionou.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.