As Agentes 355 é um filme de ação acima da média 

Filme ganha muitos pontos ao apresentar mulheres fortes e completamente diferentes

Existem milhares de filmes de ação, com espiões então eu consigo me lembrar de muitos, mas quantos deles são protagonizados por mulheres? Ao colocarmos esse filtro, a quantidade diminui drasticamente. 

Enquanto muitos filmes genéricos de ação, com homens nos papéis principais, são lançados semanalmente, os poucos que dão destaque ao outro gênero acabam sendo metralhados com críticas negativas ou simplesmente esquecidos. Por isso, precisamos falar sobre As Agentes 355.

No longa, a agente da CIA Mace Brown se une a uma agente rival chamada Marie; uma especialista em computadores, conhecida como Dij e a psicóloga Graci, para deter um grupo de mercenários e recuperar uma arma secreta.

Este é um filme longo e sinto que demora para engatar, mas quando engata, só vai ficando melhor. Gosto do fato de não termos rivalidade feminina aqui, pois quando se juntam, as agentes se sentem confortáveis umas com as outras e passam a entender o limite de cada uma.

As cenas de ação também são bem interessantes, construídas de forma dinâmica e sem aquele ar de socos falsos ou sem intensidade. Aliás, é muito bom vermos que cada uma das protagonistas tem um estilo de luta diferente, já que todas vem de lugares completamente distintos e tem níveis de experiência divergentes.

Nesse sentido, o filme abraça essa diversidade de forma maravilhosa e traz no seu elenco Penélope Cruz, Jessica Chastain, Diane Kruger, Fan Bibgbing e Lupita Nyong’o. Todas as atrizes tem sua importância e juro, fui surpreendida com uma parte do desfecho delas.

Este é um filme muito corajoso em alguns aspectos e seguro em tantos outros, o que acaba tornando a obra equilibrada e melhor que muitos outros filmes por aí. Recomendo demais que assistam!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.