Eduardo e Mônica é uma ótima adaptação 

O filme é dinâmico e apaixonante

E quem um dia irá dizer que não existe razão nas coisas feitas pelo coração?

Eduardo e Mônica é um filme que tem duas horas de duração e parece se passar em apenas 30 minutos. O longa inspirado na música de Legião Urbana é uma graça e conquistou meu coração por sua técnica, história e pelas atuações de Alice Braga e Gabriel Leone.

No filme, em um dia atípico, uma série de coincidências levam Eduardo a conhecer Mônica em uma festa. Uma curiosidade é despertada entre os dois e, apesar de não serem parecidos, eles se apaixonam perdidamente. Em Brasília, na década de 1980, esse amor precisa amadurecer e aprender a superar as diferenças.

Com músicas icônicas dos anos 80, como Total Eclipse of The Heart, Should a Stay or Should I Go, além de canções nacionais mais voltadas para o rock, ficamos imersos na Brasília da época, que também era muito focada em protestos e em suas belezas arquitetônicas.

Não achei que o filme tinha tantos acontecimentos para narrar, mas “faltou”- e digo isso com aspas porque é algo que não tem, mas não faz falta de verdade- a parte do futuro do casal, e mesmo assim, tivemos bastante enredo. E por mais que não tenhamos visto os gêmeos de Eduardo e Mônica, fica uma boa noção de que este é um casal que terá um belo futuro pela frente.

Confiram o filme!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.