Emergency nos faz rir da desgraça 

A cada minuto a situação vai ficando cada vez mais absurda

Com um toque muito bom de humor, situações absurdas e uma crítica extremamente relevante, Emergency mostra todo o preconceito enraizado nas estruturas da sociedade. O filme da Prime Video foi lançado em maio deste ano e chamou minha atenção por misturar de forma sensacional comédia e drama.

No longa, prontos para uma noite de festas épicas, três estudantes universitários voltam para casa e encontram uma mulher desconhecida inconsciente no chão de seu apartamento. Preocupados, eles tentam levar a jovem para um local seguro sem levantar suspeitas.

E quando digo suspeitas, é preciso contextualizar aqui: além de serem homens e mais velhos do que a menina, os três jovens temem a violência policial por serem pretos, algo que é muito bem abordado no decorrer da história.

Com visões diferentes sobre justiça, segurança e preconceito, Carlos, Sean e Kunle não sabem ao certo o que fazer com a jovem, mas entendem de pronto que qualquer atitude tomada pode influenciar negativamente o futuro deles naquela noite, já que primeiro os policiais apontam armas e só depois perguntam.

Através de situações tragicômicas é possível sentir a dor dos personagens, que por conta da cor de pele, correm riscos elevados por simplesmente tentar ajudar uma pessoa. Aliás, se eu já estava achando o filme bom, o final só confirmou que esta é uma obra sensível, inteligente, com ótimas atuações e cheia de qualidade.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.