Ainda Estou Aqui é uma clássica história de amor

Quer ver um romance trágico? Este é uma boa opção!

Estrelado por Joey King e Kyle Allen, Ainda Estou Aqui é o novo filme de romance da Netflix e, apesar de não ter me transmitido as emoções necessárias, foi uma obra super legal de se assistir.

No longa, inspirado no romance de Marc Klein, Tessa perde o amor da sua vida em um trágico acidente. Arrasada, a jovem começa a achar que o rapaz está se comunicando com ela do além.

Começo dizendo que gosto do romance entre Tessa e Sky, os dois tem uma ótima química e se complementam em muitos aspectos, se permitindo entrar no mundo um do outro. Aliás, isso também se estende ao “outro lado”, uma adição que foi feita de forma interessante na história.

Gosto de como o amor faz Tessa se abrir não só para Sky, mas também para sua família e para a fotografia, um de seus dons. A personagem é complexa e tem muito medo de se entregar, o que por vezes é irritante, mas compreensível.

O filme é um pouco mais longo do que  deveria e, em alguns momentos, cansa ao ir e voltar no tempo. Somado a isso, ainda temos um roteiro bem previsível e efeitos especiais complicados de se engolir. 

Nem tudo é bom, no entanto, nem tudo é ruim. Confira se estiver a fim de um romance água com açúcar.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.