Uncharted – Fora do Mapa é um filme de ação regular

No final do longa, começamos a nos afeiçoar por Nate e Sully

Começo esse texto afirmando que não joguei nenhum dos jogos de Uncharted e, apesar de não conhecer muito da história, acompanhei todas as notícias da produção do filme, por isso, afirmo que achei ele melhor do que esperava de início.

No longa, Nathan Drake e seu parceiro canastrão Victor “Sully” Sullivan embarcam em uma perigosa busca para encontrar o maior tesouro jamais encontrado. Enquanto isso, eles também rastreiam pistas que podem levar ao irmão perdido de Nathan.

Por não ter muitas expectativas, me surpreendi com algumas coisas neste filme e, a primeira delas é o fato de que as cenas de ação estão bem legais, com coreografias absurdas no melhor sentido da palavra. Além disso, ainda temos coadjuvantes cativantes como a Chloe e a Braddock, personagens femininas que se destacam na narrativa.

Por outro lado, a história é bem clichê, o roteiro não ajuda e algumas vezes a obra fica cansativa, com várias cenas que poderiam ser cortadas. Mas sabe aquele filme legal de se ver após um almoço de domingo? Naquele estilo que você não precisa prestar muita atenção, mas vai se divertir no tempo em que ele estiver rodando, bom, esse é Uncharted.

Gostaria que o longa tivesse uma continuação porque lá no final comecei a gostar da amizade entre Nate e Sully, isso sem falar que poderemos ver mais de Sam Drake, interpretado pelo amorzinho do Rudy Pankow.

Curtiram o filme?

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.