Crescer é uma fera e muito, muito difícil mesmo

Red merecia estar nos cinemas!

Fala Freaks!

Fazia muito tempo que um filme não mexia comigo assim como Red – Crescer é Uma Fera fez. O novo longa da Pixar conta a história de uma menina de 13 anos, que começa a se transformar em um panda vermelho gigante sempre que suas emoções ficam intensas.

É claro que só pela sinopse você já deve imaginar como pode ser difícil controlar essa fera né? A adolescência é uma época muito intensa, mas se você já é sentimental ou se pressiona demais, tudo fica ainda mais difícil. Isso é o que ocorre com Mei Mei, que durante o filme todo fica em dúvida sobre abraçar seus sentimentos ou esconde-los.

O grande dilema é sobre o que você pode ou deve fazer quando sua família e seus amigos esperam muito de você, quando a cobrança cresce não só de forma externa, como também interna e, talvez com tudo isso, seja normal virar um panda mesmo.

Além do filme ser completamente identificável para os emotivos de plantão (assim como eu), também arrasa ao manter uma linguagem atual, totalmente jovem e com umas músicas pops bem gostosas de se ouvir, que só no final descobri serem de autoria de Billie Eilish e seu irmão, Finneas O’Connell.

Acho uma pena este filme não ter sido exibido nos cinemas, porque além de ser bom e ter dado um grande trabalho aos envolvidos, tem muita representatividade e apresenta de forma diferente um problema familiar comum nos filmes: famílias controladoras e relações que acabam impedindo o desenvolvimento do outro.  

Quando Mei Mei vira um panda nós nos libertamos com ela, finalmente passamos a perceber que nossos sentimentos precisam ser trabalhados, que guardar a raiva, a cobrança e o medo só faz mal. É preciso conviver com a sua fera, cuidar dela e entender quais são suas questões.

Enfim, recomendo demais que assistam este filme, que está disponível no Disney Plus.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.