Daisy Jones and The Six – A imersão em seu ápice 

O que Billy e Daisy tem no livro, o magnetismo que todos os outros personagens ressaltam, é verdadeiro

O trabalho de Taylor Jenkins Reid já tinha me tomado completamente quando li Os Sete Maridos de Evelyn Hugo, mas foi aqui, em Daisy Jones and The Six: Uma História de Amor e Música, que fiquei perdida e devastada por não termos uma continuação desta obra prima e, ao saber que nada do que eu li: a vida de Daisy, de Billy, de Karen Karen e outros tantos personagens, aconteceu fora deste livro.

Acho que estou escrevendo este texto para isso, para atestar que me recuso a acreditar que essas pessoas tão fascinantes e talentosas, que o amor e as batalhas que travaram, são apenas fruto da imaginação, do talento e da pesquisa de Reid. Não que ela não seja capaz disso, ela foi e continua sendo! Mas é simplesmente supreendente o que Daisy Jones faz com a gente, como eu saí dessa experiência literária querendo comprar o albúm Aurora a qualquer custo.

Para além da atmosfera impressionante, este livro também se torna fluído por adotar o formato de entrevistas, reconstituindo a trajetória desta banda fictícia com a intensidade presente nos backstages, os diferentes pontos de vista sobre uma mesma situação e o processo criativo dessas duas lendas da música, Billy Dunne e Daisy Jones.

É claro que existem outros personagens incríveis e complexos aqui, a minha preferida mesmo é a Karen, mas temos ainda a Camila, o Warren, o Graham e até o chato do Eddie, todos muito vivos e cheios de camadas. No entanto, volto a repetir, o que Billy e Daisy tem no livro, o magnetismo que todos os outros personagens ressaltam, é verdadeiro e faz toda a diferença para a construção dessa história de amor e música.

Terminei esse livro querendo ler ele novamente, algo que provavelmente farei antes de 3 de março, data em que ganharemos uma adaptação no formato de série, pela Prime Video. E aos fãs que, assim como eu, precisam de um aconchego até chegar essa data, recomendo um canal no YouTube chamado AliceBooks, de uma menina que faz covers incríveis das músicas de Daisy Jones and The Six.

Tentem não se emocionar com Honeycomb.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *