Primeiras impressões: 3ª Temporada de The Boys (Episódios 1, 2 e 3)

Fala Freaks! Depois de uma longa espera (E bota longa nisso!) A terceira temporada de The Boys está entre nós, pelos menos os três primeiros episódios e nós da Freaks! Estamos prontos para trazer nossas primeiras impressões da temporada! Acho que não preciso avisar, mas… SPOILERS A FRENTE!

Recapitulando… 

Olha a banca do menino Hughie!!

A terceira temporada começou com uma pequena recap dos últimos acontecimentos da segunda temporada (que na minha opinião começou bastante morna e só teve um final bombástico) e os três primeiros episódios servem para fechar as pontas soltas no final da segunda temporada enquanto vai mostrando aos poucos o que podemos esperar do novo ano. No terceiro ano, vemos como a relação de Tempesta e o Capitão Pátria, além de todo o seu encontro com seu filho Ryan, causou no Super, o tornando cada vez mais louco do que já era, em todos os três episódios percebemos como o mesmo está a um fio de literalmente explodir. Aliás, temos a confirmação em uma cena digna do hall dos bizarros de que a Tempesta não está morta, porém está muito debilitada após o encontro com Rainha Maeve, Starlight e Kimiko.  Já o grupo de Billy Bruto vive o que poderia ser chamado de tempos de Paz, Leitinho saiu do grupo para viver com sua filha, já Kimiko e Francês ainda trabalham junto de Bruto agora para o departamento da CIA que supervisiona os Supers onde Hughie sem saber da origem e dos planos de Victoria Neuman vive um verdadeiro conto de fadas ao lado de Luz-Estrela. Do outro lado, a Vought e os Sete  tenta entrar em uma nova fase. Após a exposição negativa causada pela revelação da droga Composto V e da verdade sobre a Tempesta, agora a empresa busca se reestruturar publicamente. Capitão Pátria dá entrevistas se desculpando por ter sido “enganado” pela nazista, Luz-Estrela é promovida a cocapitã e Os Sete ganham um filme e um reality show para escolher seus novos membros.

Um novo ano: Cada vez mais louco!

Que Batman vs Superman o que! Queremos ver Billy Bruto contra Capitão Pátria!

Nessa temporada a Amazon deu carta branca para The Boys, e logo nós três primeiros episódios já percebemos isso, cenas de sexo, muito Gore e violência temperam o começo da temporada já dando uma ideia de como será o decorrer e nós preparando para o maior evento que os fãs estão esperando: O Herogasm. A velocidade é o que permeia a temporada junto dos ossos quebrados, sangue e corpos explodindo e membros quebrados/decepados que retornam com força para o novo ano. Além é claro do humor que somente The Boys consegue trazer. A base que foi criada no primeiro episódio não demora para começar a cair com Hughie por um lado descobrindo o passado e o segredo de Neuman e Billy Bruto tendo acesso a droga conhecida como V-24, que é capaz de dar superpoderes por 24 horas, e o resultado é um personagem Billy ainda mais violento do que os anos anteriores, já que agora ele e seu principal adversário o Capitão Pátria tramam uma guerra direta um contra o outro.  Ao fim dos três episódios, fica claro que é na ideia rápida de  sequência e reviravoltas, além das mudanças de status quo que a terceira temporada se prepara para superar as anteriores. É aqui que fica claro como a produção começa com literalmente o  pé na porta com um ritmo acelerado e revelações chocantes sem nem se perder, principalmente já que a série continua com a sua prática das tramas paralelas de seus personagens a mesma atenção dedicada aos grandes pontos de virada. A jornada do Trem-Bala em tentar encontrar um propósito, o ódio de Kimiko e Ryan pelos próprios poderes e até o retorno aos traumas familiares do Leitinho da Mamãe ganham tanto destaque quanto os surtos do Capitão Pátria ou o fato de que agora Billy Bruto usa Composto V para caçar supers. A adição de Soldier Boy parece ser o ponto central já que a maneira como o Super interpretado por Jensen Ackles irá nos mostrar uma possível maneira de acabar com o Capitão Pátria, algo que tanto Billy Bruto como vários outros personagens estão loucos para acontecer. 

E percebemos aqui que tudo irá culminar em uma temporada cada vez mais violenta e melhor do que as anteriores, resta nos saber se isso irá ou não acontecer. 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.