CODA- No Ritmo do Coração é o filme mais emocionante do Oscar 

CODA- No Ritmo do Coração
Ruby fica divida entre seus sonhos e sua família

A Apple TV+ tem me surpreendido demais com seus filmes young adults e com CODA- No Ritmo do Coração, pude me sentir imersa na música e no diferente mundo de Ruby.

Nesta história, somos apresentados a esta personagem extremamente responsável, tímida e trabalhadora, Ruby, de 17 anos, que é a única pessoa que ouve em uma família de surdos. 

Por ser a ouvinte do grupo, Ruby cresceu antes do seu tempo e foi obrigada a presenciar as pessoas tirando sarro de sua família, da profissão dos seus pais e do fato de serem todos bem humildes. 

O fato de ninguém se comunicar com sua família em boa parte do longa é bem incômodo e mostra como as pessoas não se esforçam para integrar pessoas com deficiência em suas vidas, o que é triste, porque a falta de acessibilidade provém da falta de vontade.

Mas além de discutir a vida de pessoas surdas, CODA tem uma virada quando nossa protagonista descobre seu dom musical, algo que a faz se sentir livre e no qual se destaca. E isso acaba fazendo com que a garota fique dividida entre seu amor pela música e suas obrigações.

Afinal, Ruby deve ajudar sua família no cotidiano ou seguir seus sonhos? Está certa de viver em prol dos outros? É egoísta em pensar numa vida sem eles? Seus pais são dependentes dela, mas será que ela também é dependente deles? São muitas as questões e todas bem abordadas.

CODA merece sua atenção por ser simples, repleto de cenários fantásticos, de representatividade, cheio de personagens cativantes e ter muito coração. Este longa definitivamente não ganhará o prêmio de Melhor Filme, mas acredite em mim, vai te conquistar.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.