Made for Love estreia segunda temporada com mais tecnologias e bizarrices

Hazel agora tem que enganar o próprio pai

Em seu retorno para a segunda temporada, Made for Love fica cada vez mais tecnológica e bizarra, o que ao meu ver torna a série sempre mais interessante. O novo ano se inicia depois de Hazel voltar provisoriamente para o Hub, isso, para que Byron use sua tecnologia revolucionária no pai dela, que sofre com câncer terminal.

O que mais gostei nos primeiros episódios é que parecemos estar em uma eterna briga de gato e rato, sendo que Byron engana Hazel, Hazel engana Byron e os dois acabam fazendo isso com Herb. Somado a tanta mentira, ainda temos uma inclusão maior do FBI na trama, o que logo faz surgir uma esperança em nós: será este o começo do fim da Gogol?

A série continua ácida e escancara para nós como um relacionamento que já era abusivo, pode encontrar ainda mais maneiras de por isso em prática, deixando óbvio como é impossível romantizar o que Byron faz com Hazel. Aliás, não sei se é de hoje, mas comecei a achar nosso vilão muito parecido- em trejeitos e olhares- com o Capitão Pátria.

Achei inteligente a estratégia de termos novos episódios que sairão semanalmente na HBO Max, sendo liberados em dupla. No entanto, confesso que por gostar da história e achar que ela flui tão bem, teria maratonado ela por completo com muito gosto.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.