O Senhor dos Anéis: Os Anéis do Poder – Primeiras Impressões!

Fala Freaks! Depois de uma grande espera finalmente chegou Os Anéis do Poder ao catálogo da poderosa Amazon Prime Video. E nós aqui da Freaks! Estávamos muito ansiosos pelo lançamento da série (principalmente esse que vos escreve) e por isso corremos para assistir os dois primeiros episódios e analisar bem o que está por vir desse grande universo de Tolkien. 

Essa mulher maravilhosa ainda vai deitar muito orc safado na porrada!

Antes de começar é bom explicar para os que não são fãs de carteirinha de Tolkien como é o enredo da série, diferente dos filmes, Os Anéis do Poder se passará durante a Segunda Era, isto é, muito tempo antes dos acontecimentos vistos em Senhor dos Anéis (que se passa na Terceira Era), porém são os eventos da série que culminaram no que acontece na famosa trilogia. Aqui, acompanhamos a ascensão de Sauron como o grande vilão da Terra Média e iremos ver como foi a forjadura dos anéis do poder, assim como o do Um Anel. Porém, você, pessoa que só assistiu os filmes, pode ficar tranquilo que verá alguns rostos conhecidos (pelo menos no nome) já que alguns personagens citados e que aparecem na trilogia irão também dar as caras aqui. Um deles que toma todo o protagonismo em seu início é a elfa Galadriel. Muito diferente do que vimos nos filmes, aqui conhecemos uma Galadriel guerreira, obstinada a procurar o inimigo mesmo quando duvidam que o inimigo ainda existe. Os primeiros minutos do primeiro episódio já mostram como a personagem será, uma verdadeira combatente que acredita fielmente na sua missão de encontrar e acabar com a ameaça de Sauron. Como em qualquer série de vários núcleos, vamos pulando para eles e aqui uma sacada genial da série se faz: antes de ir diretamente para o núcleo vemos o mapa da terra focando no local, isso faz com que quem conhece sinta-se aquecido ao ver os nomes e para aqueles que não pelo menos se situem com o universo da série. São nesses outros núcleos que vamos conhecendo ou revendo alguns personagens como Elrond, jovem meio elfo político que anseia por um lugar de destaque entre os senhores elfos. E outros personagens que são construção feita exclusiva para a série como é o caso do elfo Arondir, um dos elfos com tarefa de vigiar os Homens nas terras do sul; Nori Brandyfoot, uma das protagonistas dos Pés-Peludos. Há alguns outros personagens que chegam a aparecer em O Senhor dos Anéis, porém estes são verdadeiros easter-egg, mas que com um tempo irão saber quem são (Preste bem atenção no Estranho que aparece no primeiro episódio que você logo saca quem é). O que mais chamam atenção na série é o cenário, a grandeza do universo criado por Tolkien está ali da mesma maneira que foi feita por Peter Jackson em seus filmes, a música novamente sendo feita por Howard Shore só faz a sensação de estarmos vendo uma continuação direta daquelas obras ainda maiores. Ambos os episódios lançados são de apresentação daquele universo da trama, temos os problemas políticos entre elfos e humanos, anões e até os Pés-Peludos que um dia vão se tornar os Hobbits que tanto amamos e conhecemos. Os Orcs e o próprio mal também dão as caras, mostrando-se ainda mais violentos e perigosos que já vimos nas outras obras, dando um toque a mais do que está por vir. No fim, apesar de um primeiro episódio um tanto arrastado e algumas incongruências na narrativa principalmente no núcleo de Galadriel, temos um começo de série que mostra a que veio sendo resumido em uma única palavra: Esperança.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.